ÂNGELO 

2020, 28 minutos, documentário
Direção, fotografia, captação de som e montagem
 

Sinopse: Retrato íntimo de Ângelo Machado, avô, cientista, escritor, professor, dramaturgo, ambientalista e zoólogo, estudioso de libélulas e borboletas. 

Nota de criação: Esse documentário é um retrato fílmico realizado com e sobre meu avô,  Ângelo Machado. Seu mundo singular sempre enriqueceu meu imaginário, e o de tantas outras pessoas que o conheceram através de seu trabalho. O filme é fruto de encontros nos quais nos apropriamos de sua história para construir algo de novo, estivemos engajados num presente fílmico, que se desdobrava em invenções e performances, ao invés de seguir coerências e linearidades biográficas. Através das imagens, desejei investigar o que se passa entre microrrelações, e assim, também refletir sobre micropolíticas: dimensão fundamental e geradora de tantas políticas mais amplas. Busquei me debruçar o mais fundo possível na matéria “vida” para construir esse filme: na observação atenta de gestos, expressões, memórias, sonhos, histórias, afetos, bichos, natureza, criações, viagens, cotidiano, fragilidades, velhice, humor, perspectivas únicas de um ser. O filme é uma celebração da existência deste ser:  Ângelo.

cartaz_angelo.png

TRAILER:

FILME:

senha de acesso: libélula

FICHA TÉCNICA:

Direção, fotografia, som, texto, narração e montagem: Mariana Machado 

Elenco: Ângelo Machado

Distribuição: Ponta de anzol filmes

Consultora de montagem (primeiro corte): Cláudia Mesquita

Gravação de narração: João Viana (Estúdio Sonhos & Sons)

Pesquisa de trilha sonora: João Viana e Rafael Paulino

Fotografia Adicional (Cena do borboletário): Manoel Carvalho

Correção de cor: Júlia Raad

Desenho de som: Pedro Henriques

Identidade visual: Nina Vidigal

Tradução para inglês: Letícia Heartel e Luís Felipe Heartel

Tradução para espanhol: Mariana Machado e Pablo Amiano

Legendagem: Duda Gambogi

CRÍTICAS PUBLICADAS: