CINE
FRONTEIRA

CineFronteira é um coletivo de artistas/ativistas que desenvolve ações de arte-educação, cineclubismo e criações artísticas que visam o fortalecimento das produções imagéticas latino-americanas, bem como dos discursos contrários às forças conservadoras responsáveis por tantos retrocessos sociais e ambientais na esfera política brasileira.  CineFronteira busca exibir, debater e refletir o cinema nacional contemporâneo, estabelecendo um diálogo constante entre realizadores, críticos, educadores, ativistas e o público.

O objetivo do grupo é possibilitar outras formas de relação das comunidades através da experiência coletiva com o cinema. Nossa proposta é trabalhar uma relação mais democrática com as imagens por meio de exibições, formações e críticas além de deslocar a distribuição cinematográfica atual, organizando mostras e encontros em espaços públicos, ocupações urbanas e escolas, contribuindo para a difusão da cultura e o direito à cidade. Além disso, o coletivo também busca promover formações com o intuito de fomentar o debate acerca da importância do cinema na educação e na formação coletiva. 

1402911_644131389053081_7786893320652114

Projeto atual: 
PEDAL-PRO-NÓBIS

REEL - EDIÇÃO.00_17_48_05.Quadro011.png

O projeto Pedal-pro-nóbis nasce do desejo de criar um ambiente favorável à interlocução entre diferentes visões do campo da cultura, movimentos, redes, ativistas, intelectuais, fazedores e fazedoras de cultura, jovens inovadores/as, mestres e mestras, aproximando campos sociais, territórios e correntes de pensamento. Pretende contribuir com a construção de uma cidade mais acessível, solidária e afetiva, tendo a mobilidade por bicicleta como estratégia potente. A ciclo-cultura permite a ressignificação do espaço, de tal forma que o debate pode acontecer em qualquer lugar. Este projeto foi criado por João Pontes, sociólogo e gestor cultural, com o apoio e colaboração de CineFronteira. 


Numa primeira edição, o projeto contou com a participação especial de Nego Bispo, ciclista, escritor, lavrador, poeta e intelectual quilombola, residente do quilombo Saco Curtume em São João do Piauí (PI). Após pedalar por alguns lugares de Belo Horizonte, os participantes foram até o CEVAE Taquaril (Centro de Vivência Agroecológica), onde criaram uma roda de diálogo, compartilhando saberes, experiências e sonhos.

2021-05-20 (2).png